Site criado em 25/01/2002
Agora 8 usuários on line Data: 5/3/2015
Home
Contato
 
HOME
Clique na foto

“Todos os homens nascem livres e iguais em dignidade e direitos”.
Declaração Universal dos Direitos do Homem.

“Ao deixar esta terra abençoada do Brasil, eleva-se na minha alma um hino de ação de graças ao Deus altíssimo... (E deixo-vos) na certeza do amparo maternal de Nossa Senhora da Penha, que ao seu Santuário, protege esta Cidade Maravilhosa.”
João Paulo II




VATICANO EM 3 D

Cappella Sistina.
Basilica di San Pietro.
Basilica di San Paolo fuori le Mura.
Basilica di San Giovanni in Laterano.



RIO DE JANEIRO – 450 ANOS DE FUNDAÇÃO

O Rio de Janeiro continua lindo

Um olhar sem sentido e direção,... Uma passagem de ano,... A praia de Copacabana!
José Geraldo Pimentel

Três rosas para Maria

Brindo os quatrocentos e cinquenta anos de fundação da cidade do Rio de Janeiro com o lançamento do livro “TRÊS ROSAS PARA MARIA”.

Comentário sobre o livro

Minha incursão pelas letras remonta aos tempos em que, jovem, na faixa dos dezesseis aos dezoito anos de idade, me envolveria com o jornalismo. Trabalhei em Salvador, BA, nos jornais: ‘O Momento’, publicação do PCdoB, e o ‘Estado da Bahia’, matutino dos Diários Associados. Era o responsável pela cobertura do noticiário policial.
Profissionalmente segui outro rumo, retornando às minhas origens após a aposentadoria.
A fotografia foi o primeiro hobby que me engajei nessa época. Ela entrou em minha vida de maneira inconsciente, ligando-me aos tempos do jornalismo. Pessoas isoladas, excluídas do meio social, ou convivendo em comunidades fechadas, chamar-me-iam a atenção e me levaria à criação de diversos ensaios fotográficos.
Fazer um relato dos bastidores da fotografia - making of - me levou de volta ao prazer de escrever.
Um blog me introduziria no mundo da Net; página que era ampliada e ganhava o formato de um site.
Estava aberta a vitrine para expor a minha arte. Afinal o artista não faz a sua obra só para si. Compartilha com o seu semelhante.
Vinte anos debruçados na escrita e tenho formatados seis originais de livros. Uma abordagem geral sobre diversos temas.
Um sétimo volume é um apanhado de artigos que registram os acontecimentos da vida brasileira voltados para a economia, a política e o social. Não tenho a pretensão de publicar este trabalho. Funcionará como um arquivo do registro histórico do meu tempo.
Apresento em ‘Três rosas para Maria’ uma seleção de cinquenta e seis crônicas que reproduzem cenas urbanas em que mesclo realidade, ficção, comédia e uma pitada de erotismo. A maioria dessas crônicas se situa no tempo e nos locais onde acontecem as histórias. São escritas de maneira leve e direta, mas deixando ao leitor a possibilidade de interpretar e acompanhar o meu raciocínio.

José Geraldo Pimentel.

NOTA:
A previsão é que o livro seja lançado na primeira semana de março.

ÍNDICE

. Rio de Janeiro – 450 anos de fundação.
. Bairro de Copacabana.
. Rio de Janeiro ‘Patrimônio Cultural da Humanidade’.
. Crônicas.
. Hino Cidade Maravilhosa. (André Filho).
. Vídeos.


Rio de Janeiro – 450 anos de fundação

A cidade do Rio de Janeiro foi fundada em 1565, no dia 1.º de março. Nesse dia uma expedição comandada por Estácio de Sá, com o apoio dos índios Tamoios, desembarcou na região, com o objetivo de expulsar os franceses que ocupavam a Ilha de Villegaignon. Em homenagem ao Rei de Portugal, D. Sebastião, a cidade passou a ser chamada São Sebastião do Rio de Janeiro.

Bairro de Copacabana

Por Janaína Carvalho

A fundação do bairro está intimamente ligada a construção do Túnel Prefeito Alaor Prata, mais conhecido como Túnel Velho, que facilitou o acesso à região, geograficamente cheia de morros. O empreendimento feito pela Companhia Ferro-Carril do Jardim Botânico tinha como principal objetivo facilitar a expansão imobiliária de Copacabana, que até então tinha grande dificuldade de acesso. Oito meses depois do início das obras, em 6 de julho de 1892, o túnel foi inaugurado e a data marcou também a fundação do bairro.
O nome Copacabana teve origem no antigo império Inca. Dizem que uma virgem teria aparecido no local para um jovem pescador que, em sua homenagem, teria esculpido uma imagem da santa que ficou conhecida como Nossa Senhora de Copacabana. Uma réplica dessa imagem foi trazida para o Rio de Janeiro e colocada num templo, onde hoje se localiza o Forte de Copacabana.
“- Vi muita beleza no mundo, principalmente na Europa, mas Copacabana é um pedaço de Deus”, afirma a guia de turismo Maria do Carmo Couto Carvalho, 55 anos.
(O Globo, G1).

Sonho de consumo: Gostaria de morar no bairro de Copacabana, nem que fosse por um dia, e... Depois morrer!
José G. Pimentel

Rio de Janeiro ‘Patrimônio Cultural da Humanidade’

O domingo 01/07/2012 foi um dia histórico para o Brasil. Nesta data a cidade do Rio de Janeiro tornou-se a primeira do mundo a receber o título da Unesco de Patrimônio Mundial como Paisagem Cultural Urbana. A candidatura, apresentada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), foi aprovada durante a 36ª Sessão do Comitê do Patrimônio Mundial, em São Petersburgo, na Rússia. (O Globo, G1, 01/07/2012).



CRÔNICAS

O Rio vai ficando mais lindo!

Lendo o texto ‘Líderes que não renunciam’, do blogista Stephen Kanitz, senti um pouco de alívio, porquanto a primeira coisa que me passou pela cabeça com a renúncia do Papa Bento XVI foi reportar-me para a brincadeira que tomou conta da mídia há pouco tempo. O fim do mundo.
A renúncia do Papa poderia ser o inicio da supremacia dos bárbaros populistas, levando ao desespero as populações do mundo, com mais miséria, luta de classes, permissividade e privilégio de uns poucos. Poucos com muito, e a maioria sem nada!
A renovação é fundamental em qualquer instituição. Têm elementos que carregam dentro de si o dom da inovação; que criam, inovam e fazem coisas boas que para muitos são novidades. Para outras pessoas incapazes de ver o mundo por perspectivas novas, restam as críticas, como tentar desmerecer, ao invés de dar sugestões que poderiam aprimorar o que está sendo realizado. Os bons realizadores aceitam críticas, e até incentivam-nas para fazer correções naquilo que pode dar certo mais rapidamente.
Nesse aspecto poderia citar o atual prefeito da cidade do Rio de Janeiro. O Eduardo Paes tem demonstrado conhecimento, é inovador e está sempre aberto para receber críticas. E sabe lidar com a política, pois independente das orientações partidárias, faz política de boa vizinhança com o governador do estado, a presidente da república e lideranças de outros partidos. Mostra-se um líder que diferencia o populismo com a integração normal com as diversas classes sociais. No Carnaval se ver o prefeito no meio de uma bateria de escola de samba, percutindo o seu instrumento como qualquer membro do conjunto. Na disputa partidária, embora fosse um nome natural a concorrer nas próximas eleições como candidato ao governo do estado, abriu mão para o atual vice-governador Luiz Fernando de Souza, conhecido como Pezão.
Na linha de dar sugestão, no sentido de aperfeiçoar o que está sendo feito, sugeria, por exemplo, a acuidade na seleção de obras que são realizadas na cidade. Existem obras monumentais que não alcancei o seu sentido, e outras em que se desperdiçam dinheiro fazendo ornamentações, que ao invés de dar beleza, cria tensão para os que transitam nas ruas. A construção de um viaduto paralelo ao viaduto Negrão de Lima, em Madureira, só serviu para matar o comércio daquele trecho do bairro, escurecendo a rua, e que não leva a lugar nenhum; só criou um gargalo no trecho em que se encontram a Avenida Ernani Cardoso, Estrada Intendente Magalhães e Rua Cândido Benício. Antes cruzar este trecho não se tinha problema. Hoje se perde tempo e cria confusão para os novíssimos que passam pelo local. Uma obra que não encontrei nenhuma finalidade prática, que sai de lugar nenhum para lugar algum. Só duplicidade de viadutos, correndo paralelos, e o caos no trânsito de Madureira. Outra obra de desperdício de dinheiro é o detalhamento nas calçadas dos bairros periféricos de Madureira. Em frente de cada portão de casa ou de garagem, foi feito um declive na calçada, e ainda se criou uma faixa colorida no meio fio.
Caminhar nessas calçadas é um desafio. Uma pessoa de idade tropeça a cada dez metros que anda sobre a calçada. Uma verdadeira pista de obstáculos.
Nesses dois exemplos nota-se que muito dinheiro poderia ser direcionado para obras de saneamento básico na periferia da cidade. Mas a presença da prefeitura da cidade do Rio de Janeiro é marcante. Muita inovação e promessas que vão se concretizando a olhos vistos. A impressão que tenho é que a Cidade Maravilhosa deixará de ser um privilégio para os olhos de quem apenas a ver na zona Sul. A Zona Portuária, no Centro, se revitalizando e ganhando um pouco de seu passado como ponto de partida da cidade. A zona oeste integrada pelo transporte ligeiro, já posto em prática ligando Santa Cruz ao Recreio dos Bandeirantes.
Por onde surgem obras o local se revitaliza e vai havendo unidade paisagística em toda a cidade.
Curtir a cidade, atualmente, é também conhecer o Rio em toda a sua extensão. Quer no asfalto, quanto subindo o morro pacificado, que o recebe de braços abertos. Vai desaparecendo o feio, e surgindo a ginga carioca, mostrando que o fim do mundo está distante de se concretizar!

José Geraldo Pimentel

Rio de Janeiro, 14 de fevereiro de 2013.

Acesse o Blog de Stephen Kanitz:
http://blog.kanitz.com.br/

Carioca por adoção
José Geraldo Pimentel.

Copacabana
José Geraldo Pimentel.

Presente de Natal
José Geraldo Pimentel.

Um tour pelos recantos da cidade do Rio de Janeiro
José Geraldo Pimentel.

Um dia no centro da cidade
José Geraldo Pimentel.

Favela carioca
José Geraldo Pimentel.

Uma tarde na Rocinha
José Geraldo Pimentel.



Hino Cidade Maravilhosa

“Cidade Maravilhosa” é, por decreto, o Hino da Cidade do Rio de Janeiro. A música é de autoria de André Filho e foi composta em 1933.

Cidade Maravilhosa
Cidade maravilhosa
Cheia de encantos mil
Cidade maravilhosa
Coração do meu Brasil
-
Cidade maravilhosa
Cheia de encantos mil
Cidade maravilhosa
Coração do meu Brasil
-
Berço do samba e das lindas canções
Que vivem n'alma da gente
És o altar dos nossos corações
Que cantam alegremente
-
Cidade maravilhosa
Cheia de encantos mil
Cidade maravilhosa
Coração do meu Brasil
-
Cidade maravilhosa
Cheia de encantos mil
Cidade maravilhosa
Coração do meu Brasil
-
Cidade maravilhosa
Cheia de encantos mil
Cidade maravilhosa
Coração do meu Brasil
-
Cidade maravilhosa
Cheia de encantos mil
Cidade maravilhosa
Coração do meu Brasil
-
Jardim florido de amor e saudade
Terra que a todos seduz
Que Deus te cubra de felicidade
Ninho de sonho e de luz
-
Cidade maravilhosa
Cheia de encantos mil
Cidade maravilhosa
Coração do meu Brasil
-
Cidade maravilhosa
Cheia de encantos mil
Cidade maravilhosa
Coração do meu Brasil
-
Cidade maravilhosa
Coração do meu Brasil.

Letra:
http://iplan2.pcrj.rj.gov.br/rinf_hino.htm

Música:
http://www.vilaisabel.com.br/mid/cidade_maravilhosa.mid



VÍDEOS

Estádio Maracanã em 360.º
Veja.

BRT - Transcarioca










Porto do Rio de Janeiro
Acesse.

Gigafoto do Complexo do Alemão
O Dia Online.

Vôo de helicóptero sobre a cidade do Rio de Janeiro em 1967
Acesse.



O Brasil só tem um Exército: o de Caxias!

Ontem, nas ruas centrais do Rio de Janeiro, pudemos assistir o despreparo dos petistas com as lides democráticas. Reagiram inconformados como se só a eles coubesse o “direito” da crítica aos atos de governo. Doeu aos militantes petistas, e os levou à reação física, ouvir os brados alheios de “Fora Dilma”.
Entretanto, o pior estava por vir! Ao discursar para suas hostes o ex-presidente Lula, referindo-se a essas manifestações, bradou irresponsáveis ameaças: “ ..também sabemos brigar. Sobretudo quando o Stédile colocar o exército dele nas ruas”. Esta postura incitadora de discórdia não pode ser de quem se considera estadista, mas sim de um agitador de rua qualquer. É inadmissível um ex-presidente da República pregar, abertamente, a cizânia na Nação. Não cabem arrebatamentos típicos de líder sindical que ataca patrões na busca de objetivos classistas.
O que há mais por trás disso?
Atitude prévia e defensiva de quem teme as investigações sobre corrupção em curso?
Algum recado?
O Clube Militar repudia, veementemente, a infeliz colocação desse senhor, pois neste País sempre houve e sempre haverá somente um exército, o Exército Brasileiro, o Exército de Caxias, que sempre nos defendeu em todas as situações de perigo, externas ou internas.
Clube Militar – A Casa da República.



Incômodo na caserna

Os militares não gostaram da declaração do ex-presidente Lula sobre a convocação do ―exército de Stédile em resposta a um hipotético processo de impeachment. Primeiro, eles consideram que caberia a um ex-presidente o papel de ponderação e não de atiçador de fogo e de manifestações contra a ordem pública e democrática. Segundo, os agentes políticos não estão falando em impeachment. Portanto, a hora é de devagar com andor. Até mesmo para Lula. O ministro da Defesa, Jaques Wagner, é quem terá agora a missão de explicar às Forças Armadas que Lula não teve a intenção de incendiar o Brasil. Até no PT, há quem considere que a declaração do ex-presidente da República foi infeliz.
(Denise Rothenburg, Correio Braziliense, 01/03/2015).



31 de março de 1964

Precisamos manter esta data viva nas nossas lembranças. Nesta data a nação chamou as Forças Armadas para frear o movimento que fatalmente nos levaria ao comunismo. O governo popular do senhor João Belchior Marques Goulart insuflava os trabalhadores para que levassem o país ao caos. Parte considerável das FFAA se encontrava anestesiada, com um forte contingente de simpatizantes declaradamente colocados ao lado do governo.
O mundo polarizado entre o materialismo pregado pela então URSS e os países democráticos, liderados pelos EUA, deixava a maioria dos países divididos. O Brasil parecia que se inclinava para o lado comunista. Felizmente, para o bem da nação brasileira, um general e um governador de estado, davam o grito de guerra e quebravam a hegemonia dos que levavam o país para o abismo. Agradecemos ao general Olympio Mourão Filho e ao governador de Minas Gerais, Magalhães Pinto, por mostrarem ao país que não iríamos cair de joelhos diante de um presidente da república populista e seus seguidores, quer sindicalistas, quanto militares contaminados pelas ideias comunistas.
É bom recordar o ato corajoso do comandante da Academia Militar das Agulhas Negras, General Emílio Garrastazu Médici, que colocou os seus alunos entre um Exército que descia as alterosas disposto a derrubar o presidente da república e o 1.º Exército que fora deslocado para conter as tropas do General Olympio Mourão Filho.
Os generais comandantes do 1.º Ex e das tropas de Minas Gerais se confraternizaram e nascia a Revolução Democrática de 31 de Março de 1964.
Esta data se aproxima. Tenho a certeza absoluta que não melaremos como aconteceu no ano do quinquagésimo aniversário da revolução. O ex-comandante do Exército, General Enzo Martins Peri, cumprindo orientação do então ministro da Defesa, Nelson Jobim, baixou a ordem fatal: “Esqueçam a data de 31 de março de 64!”. Palestras programadas em diversos pontos do país foram abortadas. Não teve um único oficial em posto de comando que levasse adiante a programação do dia. Mas este ano de 2015, espera-se, vai ser diferente. Temos um novo Ministro da Defesa e comandantes de Forças recém-empossados. A tropa reunida nos quartéis e repartições militares ouvirá a Ordem do Dia de seus chefes. Revitalizaremos o nosso espírito e provaremos a nós mesmos e à nação que a instituição está bem viva.
Que viva o Dia 31 de Março de 1964!

José Geraldo Pimentel

Rio de Janeiro, 26 de fevereiro de 2015.



DOMINGO DA VIRADA, 15 DE MARÇO

Aos meus amigos e aos amigos dos meus amigos

José Gobbo Ferreira

Tenho a convicção absoluta que estamos no melhor momento dos últimos anos para vencer o bolivarianismo e o gramscismo do Foro de São Paulo, representados pelo PT. Como o então senador Pedro Simon, tenho certeza que só o povo nas ruas pode cauterizar definitivamente essa neoplasia maligna chamada PT que, em um processo metástico avassalador, contaminou todos os setores do governo e da sociedade brasileira.
(...).
No dia 15 de março haverá passeatas em inúmeras cidades do País para deixar clara nossa revolta contra esse estado de coisas.
Veja o manifesto.

ÍNDICE

“Apesar de tudo ainda existem os que teimosamente se dão pelo Brasil, sem nada esperar em troca!”
José G. Pimentel

Suplemento ‘Encontro das Letras’

José Geraldo Pimentel

Depois de uma temporada sem postar matérias no site, em função de uma hospitalização para retirada do Apêndice, volto com uma reformulação da página Pequenas Histórias.
Dentro do site criei um suplemento denominado ‘Encontro das Letras’. Nele passo a postar as matérias não ligadas à temática política e militar.
No suplemento ‘Encontro das Letras’ podem-se acessar ‘ensaios’, ‘crônicas urbanas’, ‘fotografia’, ‘mensagens’, ‘revista cultural’, ‘pensamento livre’, abordagem sobre este autor e sua autobiografia. É uma maneira descontraída de enfocar o meu universo sem entrar na violência do dia a dia, do empobrecimento moral das instituições. Das falcatruas que campeiam pelos quatro cantos do país, dada à submissão das Forças Armadas aos governantes de plantão, à vergonhosa atuação de um Congresso Nacional entregue a políticos corruptos e a um Supremo Tribunal Federal manobrado por uma maioria de seus membros, que não serve à Justiça, mas aos seus beneméritos que lá os colocaram como testas de ferro. Mas acredito que um dia a população irá cansar de ser massa de manobra e voltaremos a ser uma grande nação, não esse entulho de esculacho quinto mundista, que só é grande na cabeça visionária de governantes populistas, que acham que o país é a salvação do mundo, perdoando dívidas e fazendo obras faraônicas para atender governos ditatoriais quer de esquerda ou de direita, mas distanciados do mundo em que vivemos. Para atender a esses governantes, há dinheiro; mas para proporcionar assistência médico-hospitalar, saneamento básico, segurança pública, moradia, emprego e ensino de qualidade, no nosso país, não existe. A inclusão social atende pelo nome de ‘Bolsa Família’; agrado que não chega a um quinto do salário mínimo. O miserável, analfabeto funcional, fica agradecido e forma um contingente de votos de cabresto. O voto que elege e reelegem bandidos da laia de um ex-presidente da república, - Luiz Inácio Lula da Silva, o ‘Barba’, - lacaio que servia aos colegas de porta de fábrica e aos senhores empresários. Elege e reelege uma ladra e assassina, Dilma Vana Rousseff, o poste plantado pelo que a antecedeu na presidência da república.
Um dia um oficial adentrará no gabinete do Comandante do Exército, General Enzo Martins Peri, e o expulsará a tapas e pontapés.
- Se não tem condições morais para comandar a Força, peça demissão!
O General Enzo nos dois mandatos presidências que tem permanecido como comandante do Exército, só teve dois momentos que foram dignos de um chefe militar. Primeiro, ao assumir o cargo fez circular uma mensagem que pedia que se tratasse com carinho e respeito o pessoal da reserva e reformado que comparecesse a uma repartição militar. Por último centralizou as informações de sua pasta em seu gabinete em Brasília. De resto foi fraco, bajulador e confundiu o tempo todo covardia com disciplina militar. Foi tratado como cachorro, e como tal vem agindo. Um pau mandado indigno de exercer o cargo que exerce.
Felizmente seus dias estão contados. Irá deixar o cargo para o bem ou para o mal.
O Exército precisa ser salvo da tirania dos atuais governantes. Salvando-o, se salva o país!

Rio de Janeiro, 26 de novembro de 2014.

EDITORIAL
. A luta do bem contra o mal. (José Geraldo Pimentel).
. Fim de um ciclo. (José Geraldo Pimentel).
. O politicamente correto. (José Geraldo Pimentel).
(...)
. República Popular do Brasil. (José Geraldo Pimentel).

Veja.

CRÍTICA
. Aos meus amigos e aos amigos dos meus amigos. (José Gobbo Ferreira).
. A Metamorfose (?) do Exército Brasileiro? (Gen Valmir Fonseca Azevedo Pereira).
. Carta de uma médica à presidente da república. (Fernanda Melo).
. Resposta do presidente do STF à fala do ex-presidente Lula.
(...)
. A rua petista. (Denis Lerrer Rosenfield).

Veja.

OPINIÃO
. PT - Governo Perdulário. (A. C. Monteiro).
. Não ao socialismo. (Cel José Gobbo Ferreira).
. IPM já! (Cel Alexandre de Mattos Borges Lins).
. Faltaria guilhotina se o povo soubesse o que se passa, diz Alckmin. (Paulo Gama e Daniel Roncaglia).
. “Direitos humanos”. (Rogério Medeiros Garcia de Lima).

Veja.

COMISSÃO NACIONAL DA VERDADE
Relatório final da Comissão Nacional da Verdade
. Meu ponto de vista sobre a Comissão Nacional da Verdade. (José Geraldo Pimentel).
. As vítimas das vítimas. (Jaime Edmundo Dolce).
. Especial ‘Relatório Final da Comissão Nacional da Verdade’.
(...).

Cartilha ensina como se defender da Gestado petista.
Veja.

AS FORÇAS ARMADAS
Substituições no Comando das Forças Armadas
. O que se espera dos novos comandantes de Forças. (José Gerado Pimentel).
. Salve os novos comandantes militares. (José Gerado Pimentel).
. Saudações ao novo comandante do Exército. (Gen Villas Boas, Clube Militar).
(...)
- Nós militares somos uns fracos!

Veja.

CLUBE MILITAR – A CASA DA REPÚBLICA
. Resposta à pesquisa do Clube Militar.
. O pensamento do Clube Militar.
- A comissão nacional da meia verdade e a lei da anistia.
- Um fio de esperança.
- O Exército de sempre.
. Antonio Gramsci.

Veja.

ATUALIDADES
. Manifestações de ruas.
. O comunismo ganhando corpo no Brasil.
. Plebiscito.
. Terrorismo.

Veja.

DESTAQUES

Feito náutico
A navegadora Izabel Pimentel dá a Volta ao Mundo em Solitário num barco a vela de 34”. Primeira brasileira e latino americana a realizar este feito.
Veja o material completo.

Capa da Revista Náutica.

Revisão da Lei da Anistia
Veja.
. TRF manda prosseguir ação do caso Rubens Paiva. (Chico Otávio).
. Procuradoria-Geral da República dá parecer a favor da revisão da Lei da Anistia.
. Comissão do Senado aprova revisão da Lei da Anistia. (Evandro Éboli).
. A melhor defesa é o ataque. Reajam! (José Geraldo Pimentel).


Um paralelo entre as Copas de 1970 e 2014
. A presença da presidente Dilma em solenidades continua sendo motivo para vaias.
. Dilma é vaiada no encerramento da Copa do Mundo 2014. (Vídeo).
. ‘Dialogo’ com a presidente da república. (José Geraldo Pimentel).
. Sonho - Brasil hexacampeão. (José Geraldo Pimentel).
. Lembranças. (José Geraldo Pimentel).
. Em 1970 Médici era aplaudido nos estádios de futebol. Em 2014 Dilma é vaiada! (Alexandre Garcia).

Veja.

O Movimento Cívico-Militar de 31 de Março de 1964
Manoel Soriano Neto.

Edição especial dos 50 Anos da Contrarrevolução de 1964
31 de Março de 1964 – A Verdade.

Dia da Pátria
Veja.
. Eu vi! (José Geraldo Pimentel).
. Desfile de Sete de Setembro de 2014. (Vídeo).
. Sete de Setembro. (José Geraldo Pimentel).
. Um dia para ser esquecido! (José Geraldo Pimentel).
. Como é bom ser brasileiro.
. Orgulho de ser brasileiro. (José Geraldo Pimentel).
. A Pátria. (Rui Barbosa).
. A Pátria. (Olavo Bilac).


Dia do Soldado
Especial.
. Eu sou um soldado do Exército brasileiro! (José Geraldo Pimentel).
. O recruta 1001. (José Geraldo Pimentel).
. Seguindo o Exemplo de Caxias. (Cel José Gobbo Ferreira).
. Dia do Soldado. (Gen Marco Antonio Felicio da Silva).
. Dia do Soldado, nascimento do imortal Duque de Caxias. (Cel Ney de Oliveira Waszak).
. Ele, sim, governa o Brasil! (Aileda de Mattos Oliveira).


O Dia do Exército sem comemorações
Especial.

SÁTIRA

A dama do vestido branco
José Geraldo Pimentel.

COMPORTAMENTO

A desconstrução do mito de barro Maria do Rosário
José Geraldo Pimentel.

(Topo)
 
 
Arpoador
Botafogo
Pç. da República
Ex-Livraria Sodiler (Rua São José, Centro)
Flamengo
Helena (Receio dos Bandeirantes)
Largo do Boticário (Cosme Velho)
Marina da Glória
Rocinha (O mestre da pintura e seus alunos)
Santa Teresa
Pç. XV de Novembro (Tião e Rebeca)
Copacabana (Virada de ano)
 
 
FRASE DO DIA
"Nada que não possua um objetivo a atingir, um resultado a conquistar, um enigma a resolver, um mistério a penetrar, me interessa."
Pablo Picasso
 
O silêncio

“Fique em silêncio... Não conteste... Não fale nada sobre as injustiças.
Não se exponha, não reaja e talvez você viva em paz, afinal não está incomodando ninguém. Talvez apenas não consiga dormir por causa dos gritos que vêm de dentro de sua alma clamando por justiça.”

Elis Regina



Retrospectiva de 2013 no Facebook

Compilação com os meus grandes momentos no Facebook durante este ano de 2013, como eventos cotidianos, publicações populares que compartilhei e publicações nas quais meus amigos me marcaram. Veja a retrospectiva do ano no endereço:

https://www.facebook.com/yearinreview.



ÍNDICE

Notícias Nacionais.
Notícias Internacionais.


PROTEÇÃO AOS ANIMAIS

INSTITUTO ROYAL

Instituto Royal é ameaçado de nova invasão

Em mensagens no Facebook, ativistas disseram terem visto funcionários nas instalações.

Por meio das redes sociais, ativistas ameaçam fazer uma nova invasão nas instalações do Instituto Royal, em São Roque (SP), para confirmar a inexistência de animais no local. O instituto, que realizava testes de remédios em cães da raça beagle e roedores, foi invadido e depredado duas vezes nos últimos meses para a retirada dos animais. As novas ameaças levaram a direção do Royal a emitir nota no último sábado (30) reafirmando que interrompeu, definitivamente, as atividades na cidade no dia 6.
Em troca de mensagens no Facebook, ativistas disseram terem visto movimento de funcionários nas instalações de São Roque. Uma jovem que se identificou como membro do ALF (Animal Liberation Front), grupo que luta pela libertação animal, sugeriu uma nova invasão e recebeu o apoio de outros ativistas.
- O Brasil é o País dos esquecidos, passa um tempo e fazem tudo de novo.
(R7, 01/12/2013).

Protetores de animais invadem o Instituto Royal e libertam 176 cães que eram usados em pesquisas científicas
Veja.
. Instituto Royal encerra atividades em São Paulo.
. Invasão que eu aplaudo. (José Geraldo Pimentel).
. Depoimento de Luisa Mell.
. O trabalho de Luisa Mell.
. Jornal da Record News. (Vídeo).
. "Ocupa São Roque".


SUA AJUDA É IMPORTANTE

Dê a sua contribuição:
. Proteção aos animais. (Adote um animal).
. A UNEMFA precisa de nossa ajuda.
. Projeto ‘Desafiando o Rio-mar’.
. Wikipédia, a enciclopédia livre.


SELEÇÃO DE ARTIGOS E CRÔNICAS

Vou dar um beijo nas tuas lembranças.
Ácmon Pimentel Pascoal. (5 anos).

O pensamento livre - ‘Falando ao Coração’
Veja.
. Orgulho de ser brasileiro. (José Geraldo Pimentel).
. Confessando com orgulho... (Arnaldo Jabor).
. Onde está o futuro??? (Mauro Rogério).
. As Forças Armadas não estão omissas! (Paulo Chagas).
. Na “Ditadura Militar”, o povo brasileiro era feliz e não sabia. (Luiz José Mendonça).
. As forças divinas nas selvas amazônicas. (Siro Darlan).
. O Sacrifício de Andrômeda. (Lenilton Morato).
. "Se quiser beber, eu bebo". (Antônio Pedro).
. Facebook, o bem e o mal. (Arnaldo Jabor).


Biografia
Artigo de despedida de D. EUGENIO SALES.
. Fonte de paz.

Circe Vidigal
Artigos.

As Forças Armadas em Foco
Veja.
. Nós existimos para DEFENDER A PÁTRIA. (Sérgio Augusto Pinto de Campos - Cel Inf R/1).
. Nós existimos para DEFENDER A PÁTRIA. (Crítica: Ten Cel Fernando Batalha).
. Prezado Professor Olavo de Carvalho. (José Gobbo Ferreira).
. Dissuasão extra-regional, assim, é só discurso. (Luiz Eduardo Rocha Paiva).
. Estratégias de Defesa Nacional. (Partes I e II).
. Atual situação das Forças Armadas. (Demóstenes Torres).
. Brasil precisa decidir sobre sua capacidade militar. (Jorge Serrão).
. O The END de uma farsa. (Lino Tavares).
. A revolução continuada. (Carlos Vilmar).
. Mensagem de alerta para a presidenta. (Paulo Ricardo da Rocha Paiva).
. Questão de honra. (Olavo de Carvalho).
. Forças carentes. (André Soares).
. Quem poupa o lobo mata as ovelhas. (Luís Mauro Ferreira Gomes).


DIFERENÇA DE ESTILOS

“Estaremos sempre solidários com aqueles que, na hora da agressão e da adversidade, cumpriram o duro dever de se oporem a agitadores e terroristas de armas na mão, para que a Nação não fosse levada à anarquia”.
Gen Ex Walter Pires de Carvalho e Albuquerque
Ex Ministro do Exército.

“Eu não sei se cabe a esses militares gostarem ou não gostarem. Ela (a presidente Dilma Rousseff) é a chefe suprema das Forças Armadas, indicou o ministro e acabou, não se discute. Estou c… e andando para esses caras (os militares). No meu governo, tiveram que me aguentar e viviam me enchendo o saco pedindo migalhas de reajuste. Pediam uma coisa, eu enrolava e nunca dava o que eles pediam; depois dava uma esmola qualquer e não me sacaneavam mais. Não tenho medo deles; nunca tive.
Amorim é o homem ideal, no cargo certo. Ele vai dar um jeito naquele troço (MD). Ele está qualificado para ocupar qualquer pasta.”

Ex presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em entrevista à imprensa em Bogotá, Colômbia.
















Velocimetro RJNET



COTAÇÃO


VÍDEOS

A Bolsa Família e a incoerência do presidente Lula

A essência do programa Bolsa Família.

“Os planos do PT pra esse governo, eu acho que eles começaram com a primeira eleição do Lula. A perpetuação do PT no poder. Com o Lula ou com terceira pessoa. Eu me lembro na ocasião em que começaram a falar do bolsa família e tal, eu perguntei ao José Dirceu: “Mas como é que vocês entendem essa questão da bolsa família… porque o Lula sempre falou que as pessoas precisavam ter 3 refeições, o café da manhã, o almoço, o jantar e tal… é nessa linha, ou educar ou não e tal…” E ele me disse: “Olha, você já pensou o que representa isso em matéria eleitoral? Nós vamos beneficiar 12 milhões de famílias, por exemplo. 12 milhões de famílias são mais de 40 milhões de votos.” É isso que é a bolsa família. Quer dizer, não há nada mais profundo do que o problema eleitoral. Quer dizer, você recebe dinheiro pra votar”.
Hélio Bicudo.


NÃO AO COMUNISMO

Pr. Silas Malafaia se diz perseguido pelo PT
(21 de julho de 2014).


Decreto Legislativo contra o golpe de Estado do PT nº 8.243

Mudança de regime por decreto.

Senador Alvaro Dias

O decreto assinado por Dilma, que institui a Política Nacional de Participação Social, enfraquece o Poder Legislativo, representa uma atitude arrogante e autoritária, e podem levar ao engessamento das decisões do próprio governo. Essas e outras opiniões de juristas, ex-ministros e professores sobre a medida tomada pela presidente foram destacadas pelo senador Alvaro Dias, na sessão plenária desta segunda-feira (02/06/14). Na Tribuna, o senador anunciou a apresentação de projeto de decreto legislativo de sua autoria para sustar os efeitos do decreto nº 8.243, que cria a Política Nacional de Participação Social (PNPS) e o Sistema Nacional de Participação (SNPS).
(JP Madeira, 02/06/2014).


Governo muda regime por decreto
Veja.
. Decreto Legislativo contra o golpe de Estado do PT nº 8.243. (Vídeo).
. Governo quer fundo para bancar conselhos. (Estadão).
. Mudança de regime por decreto. (Editorial O Estado de SPaulo).
. Dilma decidiu extinguir a democracia por decreto. É golpe! (Reinaldo Azevedo).
. Nova ameaça à democracia. (Editorial Correio Braziliense).
. Decreto agride democracia representativa. (Editorial O Globo).
. A Internacional Comunista.
. História.
. "Vou implantar o Socialismo no Brasil", diz Lula à Walesa.


Geraldo Vandré contando as verdades do Regime Militar

A versão do artista é totalmente diferente da apresentada pela mídia, Quem manipulou? Quem foi o manipulado? E Por quê?


Cantor Ney Matogrosso em entrevista na TV portuguesa


Escritora Adélia Prado denuncia a ditadura do PT

"Nós estamos vivendo um momento muito esquisito, um momento muito triste. É uma ditadura disfarçada. Não me sinto em um país democrático. (...) Na ditadura (militar) nós estávamos mais vivos do que estamos agora."
(Publicado em 18/05/2014).


Vídeos – Parte II
Veja.



LINKS

Blogs
Félix Maier.
Libesfera. (Lista de sites).
Lígia Leal.
Montedo.
Orion Alencastro.
Reinaldo Azevedo.

Sites
Alerta em Rede.
Alerta Total.
A Verdade Sufocada.
Defesa@Net.
Inconfidência.
Infomix.
Mídia Sem Máscara.
Opus Dei.
PNBE.
Prosa &Política. (Andréa Haddad).
Ternuma.
Transparência Brasil.
Tribuna da Imprensa.

Ética na Política
Instituto Millenium.
Observatório da Imprensa.

Notícias de interesse das FFAA
Resenha Diária do Ministério da Defesa.
Resenha OnLine (Exército).

(Volta)
 
 
Copyright: © José G. Pimentel - Todos os direitos reservados.